Educadores participam de oficinas sobre Transtorno do Espectro Autista

0
173

A formação é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Cuiabá e a Universidade Federal de Mato Grosso

Cerca de 220 professores da Educação Básica da rede municipal de Educação de Cuiabá darão início nesta terça-feira (22), às 18 horas, no Auditório Maestro China da Secretaria Municipal de Educação, a um novo ciclo de formação sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA). A capacitação tem por objetivo, promover a discussão sobre o transtorno e a inclusão escolar de pessoas com deficiência. A formação conta com a parceria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Faculdade de Medicina e a Liga Acadêmica de Saúde Mental da FM/UFMT, e faz parte do programa de formação continuada realizado pela Prefeitura de Cuiabá e a Secretaria Municipal de Educação, para os profissionais da rede.

Os educadores, divididos em cinco grupos, participarão de duas oficinas, cada uma de 4 horas, nos meses de agosto e setembro. Durante a formação receberão informações teóricas, envolvendo aspectos médicos do TEA e orientações sobre técnicas psicopedagógicas.

“A formação dos profissionais é fundamental para que possamos realizar as transformações que queremos na Educação de Cuiabá, como um espaço cada vez mais humanizado e inclusivo. Essa é uma meta que a gestão Emanuel Pinheiro vem buscando desde que assumiu a Prefeitura de Cuiabá e, na Educação não é diferente. Conscientizar os educadores sobre o seu papel como agentes dessa humanização e integração escolar vai impactar diretamente na qualidade do Ensino que é ofertada à população”, destacou o secretário de Educação, Alex Vieira Passos.

 

Autismo

O Autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma alteração qualitativa global do desenvolvimento neuropsicológico humano podendo se manifestar desde os primeiros três anos de idade e continuar por toda a vida. Suas manifestações impactam a vida da pessoa em quase todos os âmbitos, afetando a comunicação, interações sociais, repertório de interesses e comportamento.

O autismo ainda não tem cura, mas, se a criança receber acampamento adequado, envolvendo profissionais da educação e da saúde, seu desenvolvimento e qualidade de vida podem melhorar bastante.

 

Serviço

O que: Formação sobre Transtorno do Espectro Autista

Quando: dias 22 a 24, e 30 e 31 de agosto, e dias 05, 12, 21 e 28 de setembro, das 18 às 21 horas

Onde: Auditório Maestro China, da Secretaria Municipal de Educação