Empresários do ramo de papelaria vão à Fecomércio-MT para pedir representatividade em assuntos da categoria

0
258

Em busca de melhor representatividade junto aos órgãos públicos, lideranças empresariais do ramo de papelaria de Cuiabá e Várzea Grande se reuniram nesta semana com o presidente e o superintendente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior e Igor Cunha, respectivamente, para pedir apoio institucional nos assuntos que são, de fato, interesses da categoria.

Igor Cunha confirmou o apoio aos empresários do segmento (inorganizado), também para os assuntos tributários do estado. “Atualmente, o segmento comercial carece de uma entidade para representá-lo e a Fecomércio-MT vai apoiar nesse e outros assuntos, principalmente na questão tributária estadual, que sofre com o forte aumento de impostos”.

Para o comerciante Wilson da Silva Oliveira, da Papelaria Grafite, a entidade patronal do comércio é a legítima representante do segmento comercial e acredita em uma parceria de sucesso. “Estamos ansiosos para estabelecer uma entidade para o nosso segmento e vimos na Fecomércio-MT esse apoio para que se concretize projetos produtivos à nossa classe”.

Segundo Oliveira, outra reunião já está agendada com a Fecomércio-MT, na própria sede da entidade, para avançar no propósito de se concretizar uma entidade que represente o segmento de papelaria, produtos de informática e móveis para escritório.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc e Senac em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here