Visita técnica sobre flores tropicais em Acorizal promove opção de agronegócio rentável

0
221

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, no dia 08 de março (sexta-feira), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) realiza, a partir das 8 horas, uma visita técnica sobre flores tropicais, no Campo Experimental da empresa no município de Acorizal (62 km ao Norte de Cuiabá).

Durante o evento, os visitantes irão conhecer um projeto pioneiro no Estado que estuda a viabilidade produtiva de diferentes espécies: estrelícia, helicônia, bastão do imperador, alpinia, antúrio entre outras. O projeto de pesquisa é inovador e estuda a fenologia e a viabilidade produtiva de espécies de flores tropicais de corte, com foco na agricultura familiar.

Como uma nova alternativa de geração de emprego e renda no agronegócio, os experimentos foram implantados em 2009, com plantas destinadas principalmente para arranjos florais e paisagismo. A pesquisadora da Empaer, Eliane Forte Daltro, fala que as flores tropicais são plantas perenes e podem ser cultivadas em áreas impróprias para outras atividades agropecuárias.

Conforme Eliane, o Estado possui excelentes características de solo, clima e localização geográfica privilegiada para o desenvolvimento de uma floricultura eficiente e competitiva. “Mato Grosso tem todas as condições para se tornar um grande produtor e exportador de excedentes de flores tropicais. É consumidor potencial, mantendo total relação de dependência com as principais regiões produtoras para o seu abastecimento”.

A floricultura representa um dos mais promissores segmentos do agronegócio contemporâneo, já que o mercado mundial movimenta valores acima de U$ 5 bilhões (de dólares) em exportações. A floricultura comercial abrange o cultivo de flores e plantas ornamentais com variados fins que incluem as culturas de flores para corte, produção de mudas arbóreas e as de porte elevado. Envolve a produção, o comércio e a distribuição de flores e plantas cultivadas com fim ornamental.

Para apresentar a evolução e o desenvolvimento das flores tropicais durante a visita técnica, o público irá passar pelo campo experimental e conferir a fenologia e a viabilidade produtiva das flores, entre elas estão: antúrio, helicônia, alpinias, sorvetão (gengibre ornamental), bastão do imperador, costus e algumas folhagens.

Serviço

A visita técnica será realizada na sexta-feira (08), a partir das 8h, com encerramento previsto às 11 horas. Para mais informações: (65) 3613-1714 (Empaer).

 

 

Credito: Governo de Mato Grosso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here