Trump parte em defesa de Kavannaugh: ‘Por que não ligaram para o FBI?’

0
189

O presidente norte-americano Donald Trump intensificou a defesa do candidato ao Supremo Tribunal americano, Brett Kavannaugh, no início desta 6ª feira. Para o presidente, há “constantes ataques” de políticos da extrema esquerda do país. Kavannaugh foi acusado pela professora Christine Blasey Ford de agressão sexual contra ela durante.

Por meio de sua conta no Twitter, Trump questionou o fato de a acusadora de Kavannaugh não ter ligado para o FBI logo após a suposta agressão. “Por que ninguém ligou para a polícia há 36 anos?”, interroga, em seu post.

O presidente saiu em defesa do juiz, lembrando que o caso aconteceu há décadas, e supondo que o caso não foi “tão ruim quanto ela diz”.

Ford, de 51 anos, apresentou acusações contra Kavannaugh em entrevista que foi ao ar no domingo pelo Washington Post. Segundo ela, quando tinha 15 anos, sofreu assédio e agressões sexuais de Kavannaugh, então com 17 anos, durante reunião de estudantes do ensino médio.

Ford também disse que Mark Judge, escritor que era amigo de Kavannaugh na época, também estava na sala. O juiz nega as acusações, e disse não ter memória de tal ocorrência.

Os republicanos estavam prestes a confirmar Kavanaugh, 53 anos, a tempo do próximo mandato da Suprema Corte, que começa em 1º de outubro. O Partido Republicano tem uma maioria estreita de 51-49 no Senado, e duas deserções podem afundar a indicação do juiz.