Qualifica 300 oferece 3 mil vagas e atenderá imigrantes e população em situação de rua

0
237

A 2ª edição do programa Qualifica Cuiabá 300 anos foi lançada nesta quinta-feira (11), no auditório da Prefeitura de Cuiabá, pela primeira-dama Márcia Pinheiro, secretário de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, Wilton Coelho e representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

O segundo ano da ação que leva cursos profissionalizantes e de capacitação gratuita à população cuiabana apresenta algumas novidades. O número de vagas em relação ao ano passado mais que dobrou, subindo de 1,2 mil para 3 mil vagas destinadas a pessoas em vulnerabilidade social.

Outra inovação está na inclusão da população imigrante (venezuelanos, haitianos, entre outros) e dos população em situação de rua no grupo prioritário. Os critérios para o acesso ao ensino é possuir registro no Cadastro Único, porta de entrada para os programas sociais, e ter o Número de Inscrição Social (NIS).

“Não poderíamos fechar os olhos para essas pessoas, que deixaram seu país por diversas razões e estão à procura de oportunidade. A gestão do prefeito Emanuel Pinheiro é voltada para cuidar das pessoas e somos responsáveis, de alguma forma, por todas elas. Vamos levar os cursos até os moradores em situação de rua, por meio de nossos albergues, sempre buscando oferecer condições para que todas essas pessoas possam almejar melhores condições de vida”, elencou a primeira-dama Márcia Pinheiro, idealizadora do projeto.

A edição de 2019 conta com mais de 20 cursos das áreas de Alimentos e Bebidas, Construção Civil, Gestão, Tecnologia da Informação e Têxtil e Vestuário. Além disso, a modalidade de Aperfeiçoamento Profissionalizante passa a compor o rol de cursos de modo a preparar os alunos para o empreendedorismo.

“Essa foi uma determinação do prefeito e da primeira-dama para que fossem integrados cursos para nortear o alunos a empreender com os ensinamento aprendidos no Qualifica. Então, vamos abrir para os alunos do ano passado e para os demais também, esses cursos que irão direcionar de melhor forma o aluno para montar seu próprio negócio, seja uma lanchonete com os aprendizados de panificação ou em outras áreas como à Construção Civil e Informática”, explicou o secretário Wilton Coelho.

As aulas serão oferecidas pelos 14 Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e os dois Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), além da disponibilização de cinco carretas móveis equipadas, três a mais em relação a 1ª edição, para determinados cursos irem até os bairros, cumprindo uma das exigências da Prefeitura que é de levar os cursos até os bairros para facilitar o acesso.

“Essa é uma versão ampliada e melhorada que irá permitir o acesso a mais pessoas e, inclusive, colocando elas como protagonistas de sua própria vida. Essa é a expectativa da Prefeitura e vai ao encontro da missão do Senai de formar pessoas para indústria e para geração de renda, que permite melhor qualidade de vida”, destacou Carlos Bragni, diretor de Cursos do Senai.

O projeto de qualificação profissional ainda conta com uma versão voltada exclusivamente à mulheres (Qualifica 300 – Mulher) que foi lançada em março (mês da Mulher) pela primeira-dama, com cursos como de manicure e pedicure, maquiagem e depilação.

Fonte: Assessoria da Prefeitura de  Cuiabá

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here