Procópio prevê recessão na economia sem reforma da Previdência neste 1º semestre

0
284

Se a reforma da Previdência não for aprovada ainda neste primeiro semestre, o Brasil deverá se afundar em uma recessão mais severa do que foi a de 2014 a 2017. Esta é a avaliação do vice-presidente do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac em Mato Grosso, Manoel Procópio, em entrevista para o site RdNews.

 Apesar da morosidade do Governo Federal e da tendência de retração dos indicadores econômicos, Procópio avalia que o setor empresarial ainda mantém esperança no Governo Bolsonaro.

“Quando mudou o governo, tivemos uma grande expectativa, tanto da classe empresarial quano dos consumidores, que fez com que passasse a ideia de que a economia tivesse retomado a normalidade. Mas isso não aconteceu. Estamos há quatro anos e quatro meses com economia em grande recessão”, avalia.

Procópio sugere que para a economia voltar à normalidade, a reforma da Previdência é imprescindível. “Sem passar essa reforma, nenhum empresário vai fazer investimentos. Porque existe exatamente uma dúvida quanto ao futuro da nossa política”.

A conjuntura de recessão e instabilidade, segundo Procópio, faz retrair os investimentos e faz com que os empresários que possuem capital deixem de investir em razão do cenário de insegurança financeira, política e econômica pela qual passa o país.

“Temos percebido uma dificuldade muito grande para o empresário manter os seus negócios, mas mesmo assim, há expectativa da classe empresarial, e que passe ainda neste primeiro semestre, do contrário, poderemos ter uma das maiores recessões em nível de Brasil. Hoje temos empresários se desfazendo de capital para manter empresas de portas abertas, e sabemos que não é o ideal, já que deveria estar usando de capital para gerar mais emprego”.

Fonte: Site RD News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here