Polícia Civil cumpre mandados contra suspeito de violência doméstica

0
181

Três homens com mandados de prisão em aberto pela prática de crimes de violência doméstica foram presos pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, da Polícia Judiciária Civil, nesta semana em Cuiabá.

Os suspeitos estavam com as ordens judiciais expedidas pelos juízos competentes da Comarca da Capital. Os três foram presos em ações da equipe operacional da Delegacia de Defesa da Mulher de Cuiabá, após levantamentos de informações realizados pelo Núcleo de Inteligência (NI) da unidade. Na segunda-feira (20.08), foi cumprido mandado de prisão contra Valdenir de Jesus, 32. O suspeito tem passagens por roubo e três homicídios, sendo um praticado quando menor de idade. Ele estava com pedido de prisão por descumprir medidas protetivas da Lei Maria da Penha.

Fazendo uso de tornozeleira eletrônica, Valdenir foi abordado pelos policiais em uma residência no bairro Ouro Fino. Após cumprimento do mandado da Vara Especializada de Violência Domestica e Familiar da Comarca de Cuiabá, o preso foi conduzido e interrogado pelo delegado Paulo Rubens Vilela.

Na terça-feira (21.08), os investigadores deram cumprimento ao segundo mandado de prisão da Vara Especializada de Violência Domestica e Familiar da Comarca de Cuiabá, em desfavor de J.M.D.F. de 35 anos, por descumprir medidas protetivas e ameaças. O rapaz foi levado para delegacia e ouvido no procedimento conduzido pela delegada Eliane de Moares.

O terceiro procurado foi preso na manhã desta quarta-feira (22.08). Adalberto Oliveira da Conceição possui nove passagens criminais por roubo, tráfico de drogas, associação criminosa, receptação e motim. Ele ainda é suspeito de integrar facção criminosa.

O mandado de prisão preventiva foi deferido pela 4ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, acusado de estupro, lesão corporal, ameaça e invasão de domicílio. Adalberto foi preso no bairro Novo Paraíso 2, encaminhado à Especializada e interrogado no inquérito policial presidido pelo delegado Paulo Rubens Vilela.

Os três presos foram apresentados para audiência de custódia, no Fórum de Cuiabá, à disposição da Justiça.