Gestores municipais podem entregar documentos até 28 de junho

0
444

A Secretaria Adjunta de Turismo prorrogou o prazo para os municípios entregarem os documentos necessários para atualização deles no Mapa do Turismo. Agora, os gestores têm até o dia 28 de junho para sanar as pendências e atender as exigências estabelecidas pelo governo Federal. Integrar o mapa significa estar no radar das políticas públicas voltadas ao setor, uma vez que o Ministério do Turismo baseia todas estratégias nas informações vindas desta ferramenta.

Com esta decisão, tomada durante o Oficina de Atualização do Mapa do Turismo, que reuniu representantes de cerca de 100 cidades de Mato Grosso, a expectativa é conseguir incluir todos os que têm condições de integrá-lo. Na atual formatação do mapa, existem 94 municípios.

Não ter a comprovação de atividade do Conselho Municipal de Turismo é um dos principais problemas dos gestores. Conforme as regras, é preciso apresentar a ata da posse da diretoria, bem como as duas últimas reuniões.

Para ajudar quem está com dificuldades, o interlocutor estadual do Programa de Regionalização do Turimos, Diego Beserra, explica que a secretaria adjunta está focada no processo e pronta para tirar dúvidas. Ele lembra que desde que a atualização começou, no começo do ano, o contato com as prefeituras é constante, seja por meios oficiais, como ofícios e e-mail, a telefonemas e demais canais de comunicação disponível. E, na reta final, será ainda mais intenso.

Segundo o secretário adjunto Jefferson Moreno, a presença maciça dos gestores e integrantes do trade na oficina, mostram que eles entenderam a importância e querem participar desta ação, que acontece de forma alinhada entre os governos estadual e União.

De acordo com o secretário de Indústria, Comércio e Turismo de Nova Mutum, Jimmy Anderson Huppes, estar no mapa já trouxe benefícios para o município. No ano passado, a gestão conseguiu investimentos para fazer o Plano de Desenvolvimento Territorial do Turismo.

Orçado em R$ 141 mil, dos quais 96% foi financiado pela União, o plano não estava dentro das prioridades orçamentárias da prefeitura. “Nós até faríamos, mas iria demorar muito. Então, apareceu a oportunidade de acessar o recurso, sendo que o pré-requisito era estar no mapa”, esclarece o secretário.

Neste trabalho foram definidas ações e áreas onde as políticas municipais devem estar focadas, além da identificação de nichos a serem explorados, tendo em vista que atualmente, o turismo de negócios e o tecnológico são o forte da região.

Huppes alerta ainda que os municípios precisam estar no mapa para os empresários conseguirem alguns recursos específicos para o setor. “Muitos deles não sabem disto, mas nem precisam saber porque é nossa função fazer tudo para facilitar”.

Informações

Quem quiser informações sobre o Mapa do Turismo deve procurar a Secretaria Adjunta de Turismo, na rua Voluntários da Pátria, Centro de Cuiabá, ou pode entrar em contato pelo telefone (65)3613-9325/ (65)3613-9300 ou pelo e-mail: regionalizacaoturismo@sedec.mt.gov.br

Caroline Rodrigues | Sedec-MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here