Exposição Coletiva “Bença”

0
257

“-Bença mãe,bença pai,bença vó!”Crer na bença é crer na materialidade dos gestos
das palavras de quem profere as palavras de proteção. “Ao consagrar esta exposição
à rememoração desse ritual de proteção, os artistas aqui reunidos” -Karla Mesquita,
Éder Marques, Célia Soares,Lindalva Alves, Paty Wolff, João Almeida, Gilda Portella e
Hermínio Nhantumbo – “celebram várias práticas ao mesmo tempo, sob o signo da
benção. Práticas religiosas de salvaguarda, práticas de cura que combinam empiria e
metafísica, práticas familiares de proteção, entre outras. A benção, em qualquer
circunstância, é bálsamo para sofrimentos (Ludmila Brandão, crítica de arte)”.
Através de uma sensibilidade aflorada por suas práticas e vivências,num pedido íntimo
e público de bença os artistas voltam-se com homenagens e inspirações, para a Vó
Maria, Vó Francisca, Vó Chica e Vó Detinha, avós que proferem bença sem olhar a
quem,portanto, avós universais.A coletiva terá sua abertura no dia 01 de novembro de
2018,a partir das 19 horas no MISC (Museu da Imagem e do Som de Cuiabá) e
seguirá com visitação até 31 de novembro de 2018, das 8h às 11h e das 13h às
17h.

Informações: (65) 99253-1234.