ETA Sul findará com a intermitência no fornecimento de água tratada

0
207

Cuiabá contará, a partir de agosto de 2019, com uma nova Estação de Tratamento de Água. Localizada em um terreno de 20 mil metros quadrados, no Parque Geórgia, a obra de construção foi oficialmente lançada nesta terça-feira (11) pela Prefeitura de Cuiabá e a concessionária Águas Cuiabá. A entrada em funcionamento da ETA possibilitará o fim da intermitência no fornecimento de água, fazendo com que dezenas de bairros da região passem a ser abastecidos durante 24 horas.

A nova estrutura faz parte do Sistema Sul de Abastecimento de Água, que representa um ganho de qualidade operacional no saneamento básico do município. Todo o conjunto é composto por uma unidade de captação instalada no Rio Cuiabá, quatro reservatórios com capacidade total de armazenar 18 milhões de litros, 36 quilômetros de adutoras e uma ETA apta a tratar 750 litros de água por segundo.

“Água na torneira, com pressão, 24 horas por dia. É isso que nós queremos e que todas as famílias cuiabanas vão ter. Saneamento básico traz saúde, qualidade de vida e é prioridade da nossa gestão. Estamos virando a página na história do saneamento básico da Capital e firmo o compromisso de fiscalizar o andamento destes trabalhos e o cumprimento da meta de acabar com a intermitência em Cuiabá”, declarou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Integrante do Plano de Investimentos Águas Cuiabá 300 Anos, o Sistema Sul beneficiará a 203,6 mil pessoas em 83 bairros da Capital mato-grossense – resultado do investimento de R$ 65,3 milhões. Depois de finalizadas as obras de construção, entram em cena as equipes responsáveis pelo trabalho de setorização do abastecimento, fundamental à eficaz gestão do Sistema.

“A criação do Sistema Sul, proposta pela Águas Cuiabá, une inteligência em engenharia e em gestão de saneamento. Ela vai possibilitar a substituição dos sistemas Parque Cuiabá e Coophema por uma nova estrutura, mais moderna, de melhor qualidade e ambientalmente mais sustentável, dada a elevada eficiência no processo de tratamento do lodo”, explicou o diretor-geral da Águas Cuiabá, Luiz Fabbriani.

Neste momento, as tubulações responsáveis por levar a água tratada às unidades consumidoras, conhecidas como adutoras, estão em adiantada fase de implantação, com 80% desta etapa do trabalho concluída. No que se refere à fabricação dos reservatórios e módulos de tratamento de água, 73% dos serviços estão prontos. “Essas unidades são produzidas em indústrias especializadas e, no momento adequado, são instaladas na Estação de Tratamento de Água”, complementou Fabbriani.

 

 

Credito:Assessoria da Prefeitura de Cuiabá(Com informações – assessoria Águas Cuiabá)