Empreendedores, executivos e gestores de projetos inovadores estarão no CICLOS

0
112

Plataformas e aplicativos que se transformam em negócios, empresas movidas por propósitos sociais e ambientais, empreendedores com novas atitudes e valores, entidades do terceiro setor que conectam pessoas em redes comprometidas com causas e temas, grandes organizações internacionais atuantes no Brasil, que promovem projetos baseados em sustentabilidade e inovação.

Estes são alguns dos temas que serão apresentados e debatidos nos 10 painéis da terceira edição do CICLOS-Congresso Internacional de Sustentabilidade. Além desses, palestrantes brasileiros e estrangeiros vão ministrar 7 palestras magnas no evento. Ao todo, 36 palestrantes debatedores e mediadores vão se apresentar no evento.

Este é o conteúdo do CICLOS 2019-Congresso Internacional de Sustentabilidade, nos dias 23 e 24 de maio, no Centro de Eventos do Pantanal. Este evento é uma realização do Sistema Sebrae, organizado pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) e Sebrae MT, com apoio da ONU Meio Ambiente e Águas Cuiabá (www.ciclos.eco.br ). Um público de 500 pessoas de Cuiabá, do interior de MT e de todas as Regiões Brasileiras é aguardado.

“Vamos apresentar empresas de pequeno e grande portes, empreendimentos, entidades e instituições públicas, privadas e do terceiro setor que atuam efetivamente no mercado e na sociedade, de acordo com os princípios da sustentabilidade, tendo a inovação como aliada nesse processo”, informa Helen Camargo, analista do Centro Sebrae de Sustentabilidade e coordenadora do CICLOS.

Os debatedores dos painéis e os palestrantes magnos foram cuidadosamente selecionados e convidados para participar do evento, segundo Helen. O objetivo é tornar conhecidas iniciativas pioneiras no país e no mundo e promover o diálogo com o público sobre soluções e propostas diferenciadas, inclusive como foco em novos modelos de negócio.

“Estamos vivendo um período muito criativo nos negócios. Será uma oportunidade única, tanto para quem já empreende ou quer empreender no mundo efervescente de novidades tecnológicas, novos valores, hábitos de consumo e engajamento em diversas causas”, ressalta a coordenadora do congresso.

Os painéis serão simultâneos nos três palcos: Exponencial (amarelo), Coletivo (azul) e Inteligente (rosa). Eles correspondem aos eixos temáticos do CICLOS: Economia do Futuro, Pessoas e Cidades Inteligentes.

O público usará fones de ouvido e aparelhos individuais de transmissão de áudio (com canais de frequência) e poderá escolher qual das atividades quer acompanhar nos palcos. Este será o formato do evento que tornará o ambiente mais silencioso e confortável. Toda a programação e inscrições estão no site www.ciclos.eco.br  O investimento é de R$ 180/pessoa.

Palestras magnas

Dia 23/5

Kari I. Mattila – Conselheiro da Agência Nacional de Educação da Finlândia vai falar sobre Liderança para Sustentabilidade –  às 14h30

Niky Fabiancic – coordenador da ONU no Brasil sobre Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) – às 15h15

Maha Mamo – ativista pelos direitos humanos dos ‘apátridas’ e refugiada no Brasil, nasceu e foi criada no Líbano, filha de pais sírios com religiões diferentes. Nunca ganhou cidadania na Síria nem no Líbano, devido às restrições legais no registro civil e da nacionalidade em ambos países. Mudou-se para o Brasil em 2014 e, em 2018, ela e a irmã ganharam a cidadania brasileira em cerimônia no escritório ONU em Genebra. Ela vai substituir a embaixadora da Áustria, que teve de cancelar sua palestra no Ciclos devido a conflito de agenda – às 19h

Celso Soares – responsável pela área técnica corporativa da Zurich Seguros no Brasil abordará o tema ‘Riscos Globais’ – às 20h

Dia 24/5

Francisco Barreto Araújo – sócio e líder de estratégia da Impacto, professor do Global MBA do IBMEC e palestrante da Singularity University no Brasil falará sobre ‘Tecnologias exponenciais e a educação do século 21’ – 14h15

Luis Carlos Ewald – economista do portal Sr. Dinheiro sobre ‘ Consumo consciente: bom para o bolso, bom para o planeta’– às 19h

Sangay Dorji–  presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Butão falará sobre ‘Felicidade Interna Bruta: estratégia para o desenvolvimento social do Butão’ – às 20h

Painéis – empresários e empreendedores (em ordem alfabética)

(veja programação completa em www.ciclos.eco.br )

Adriana Tubino  – designer de moda e co-fundadora da Revoada, grife que reutiliza câmaras de pneus e náilon de guarda-chuvas como matérias-primas para criar bolsas, mochilas e carteiras, tendo costureiras e cooperativas de recicladores como parceiros, é um exemplo de economia circular

Camila Soares – CEO e fundadora da Impacto, uma rede de impacto social que promove a conexão entre pessoas que desejam oferecer conhecimento, tempo, recursos ou habilidades para impactar promover projetos replicáveis e escaláveis

Esthevan Gasparoto, Treevia (SP) – CEO desta agritech, que desenvolveu plataforma para monitorar florestas plantadas por meio de sensores nas árvores conectados à Internet das Coisas, imagens de satélite e algoritmos de machine learning.

Fábio Zsigmond é co–fundador do MundoMaker, um espaço de aprendizagem mão na massa em que crianças, jovens e adultos aprendem programação, mecânica, robótica, meditação e trabalho em equipe – sempre baseado na educação integral e no aprendizado por projetos

Felipe Martins – diretor do Marydrive (PE), aplicativo de mobilidade urbana exclusivo para o público feminino com mulheres motoristas e passageiras, implantado em Recife e outras capitais do Nordeste

Fernando Fernandes – empreendedor social, palestrante e atleta paraolímpico, é tetracampeão mundial (2009, 2010, 2011 e 2012), tricampeão panamericano, tetracampeão sul-americano e tetracampeão  brasileiro de paracanoagem.

Guido Petinelli – sócio da Petinelli Consultoria Sustentável Petinelle

Mauro Romani diretor do Forest Friend, selo desenvolvido em Cuiabá (MT) para compensar emissões de empresas, eventos, etc, por meio da aquisição de créditos de florestas nativas do Programa Brasil Mata Viva (BMV) na Amazônia

Mórris Litvak   – CEO e fundador da plataforma Maturijobs, implantada em 2016, que permite às empresas publicar vagas e contratar pessoas com mais de 50 anos para trabalhar

Renata Ruggiero –  diretora-presidente do Instituto Iguá

Painéis – Especialistas e terceiro setor (em ordem alfabética)

Ana Fragata – diretora do Fórum Internacional de Cidades Inteligentes e Sustentáveis de Portugal

Claudio Nascimento –  conselheiro do Porto Digital em Recife, representante no Brasil da Open & Agile Smart Cities

Felipe Faria – diretor-executivo da GBC Brasil (Green Building Council Brasil)

Francesco Farruggia – presidente do Instituto Campus Party Brasil

Glaucia Terreo – coordenadora de atividades da GRI (Global Reporting Initiative) no Brasil

Ieda Novais – membro do Conselho de Administração do IBGC – Instituto Brasileiro de Governança Corporativa e membro do Conselho Consultivo da Rede de Mulheres Brasileiras Líderes para Sustentabilidade

Igor Albuquerque – gerente de projetos da Rede ICLEI, principal associação mundial de governos locais e subnacionais dedicados ao desenvolvimento sustentável

João Meireles – é diretor geral do Instituto Peabiru, desde sua fundação, em 1998; atua na defesa das florestas tropicais há 30 anos.

Susanna Marquionni –  sócia-fundadora do Grupo Planet The Smart City da Itália, CEO do Grupo Planet Brasil, responsável pelo projeto da Smart City Laguna, a primeira cidade inteligente social do mundo em São Gonçalo do Amarante (CE)

Tomás de Lara – Co-líder da Cities + B International (iniciativa multissetorial para fomentar engajamento cívico e boas práticas socioambientais nos negócios), co-fundador e co-presidente do Colaboramerica (Festival Internacional sobre novas economias), membro do conselho do Sistema B Brasil (B Corps Movement), membro do conselho consultivo do CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável)

Vinicius Lages – PhD em socioeconomia do desenvolvimento

Wiliam Esper – presidente da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT)

Mediadores (em ordem alfabética)

André Schelini – gerente de Inteligência Estratégica do Sebrae MT

Claudio Nascimento – conselheiro do Porto Digital em Recife, representante no Brasil da Open & Agile Smart Cities (OASC) e América do Sul

Dal Marcondes – jornalista, fundador da agência de notícias ambientais Envolverde, consultor em Gestão do Conhecimento em Sustentabilidade e membro do Grupo de Trabalho do Anexo Brasileiro da Global Reporting Iniciative (GRI).

Fabiana Pinho – gerente do CER-Centro de Referência Educação Empreendedora do Sebrae

Marta Torezam – jornalista e gerente de Empreendedorismo do Sebrae MT

Regina Cavini – oficial sênior da ONU Maio Ambiente

Ricardo Wargas – engenheiro eletricista, especialista em eficiência energética

Fonte: Assessoria de imprensa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here