Em Cuiabá terá blitz educativa em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

0
146

Em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres, na próxima quinta-feira (08) de março, a Prefeitura de Cuiabá através da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) prepara uma blitz educativa voltada à elas, a partir das 08h30, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (avenida do CPA), em frente ao Shopping da região.

“Tinha que ser mulher para dirigir tão bem”, é o tema da campanha deste ano e conforme a explica a supervisora de Educação para o Trânsito da Semob, Luciana Melo, a ação busca combater o machismo ao volante. “Setenta por cento das infrações de trânsito são causadas por homens. Estudos realizados pela Renault em 2017, mostraram que em um dos países com menores índices de violência no trânsito, as mulheres eram mais prudentes ao volante”, argumenta Luciana.

A supervisora conta que, em geral, as mulheres se envolvem em pequenos acidentes, já os homens, em ocorrências mais graves como atropelamentos, capotamentos e colisões frontais, por apresentarem uma direção mais agressiva. “O homem consome cinco vezes mais álcool ao volante do que as mulheres, portanto a probabilidade de se envolver em acidente, em consequencia de estar dirigindo embriagado é muito maior”, afirma.

O excesso de velocidade também é outro fator que faz com que os condutores do sexo masculino se envolvam em alguma eventualidades mais do que as mulheres. “Não é porque a mulher tenha mais reflexo que os homens ou mais habilidades e sim porque elas são mais cautelosas e menos agressiva, portanto dirigir com prudência salva vidas”, alerta Luciana Melo.

Conforme o Anuário Estatístico de Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), a frota cadastrada no Estado é de 404.496 mil veículos. Entre os anos de 2012 à 2016, foram registrados 22.943 mil acidentes em Cuiabá.

“A mulher pratica a direção defensiva, já o homem acha que não é só ele que tem que praticar. Na verdade, a gentileza no trânsito tem que imperar e não a agressividade. Mas existem aquelas que também praticam o machismo no trânsito e quando veem um acidente já atribui ao sexo feminino, desvalorizando a própria categoria”, lamenta Luciana.

Durante a blitz, Agentes de Trânsito da Semob darão orientação e distribuião panfletos, brindes e uma rosa às condutoras. Este ano, o movimento contará com a participação da companhia de Teatro Cena Onze, que fará a abordagem no tempo de fechamento do semáforo, fazendo a entrega e breves apresentações.

A secretária adjunta de Mobilidade Urbana, Luciana Zamproni observa que as mulheres têm um compromisso maior com a segurança da família, pois se preocupam ao embarcar os filhos em relação ao cinto de segurança, a cadeirinha atrás e todas as medidas necessárias para evitar incidentes. “Somos atenciosas, cuidadosas e temos sim que comemorar, mas no sentido de alertar as pessoas que o trânsito mata e não é a mulher que mata. Todos nós precisamos ter a consciência ao sairmos de casa em não ingerir bebidas e cumprir a legislação, para termos um trânsito de paz, sabemos que não é fácil, mas sabemos que é possível”, completa a secretária.

Crédito: prefeitura de Cuiabá