Deputado pede que novo conselheiro tenha diálogo aberto com prefeitos de Mato Grosso

0
208

Durante a sabatina do deputado Guilherme Maluf (PSDB), escolhido pela Assembleia Legislativa como novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), o deputado Valmir Moretto (PRB) fez ponderações municipalistas e pediu que a Corte de Contas seja mais próxima e aberta ao diálogo com os prefeitos. Para Moretto, ainda existem estraves que podem dificultar uma boa caminhada dos gestores com os conselheiros.

“Precisamos que o TCE seja mais próximo ao gestor. Às vezes o prefeito não  consegue marcar agenda com o conselheiro. Não consegue ter uma reclamação atendida. Isso é uma falta de consideração imensa. Por isso peço que o senhor ouça nosso pedido e seja um conselheiro bastante municipalista”, disse Moretto.
O deputado ainda parabenizou Maluf, que em breve será empossado como conselheiro, e frisou que além de fiscalização, a instituição ficou exposta após operações policiais que afastaram cinco conselheiros.
Maluf, por sua vez, garantiu total porta aberta aos municípios e prefeitos e que irá manter uma boa harmonia entre o TCE e a cidade.

“Deputado Moretto, pode contar que eu irei fazer um trabalho totalmente voltado para desenvolvimento dos municípios. Desde quando me coloquei como candidato por essa cadeira, eu já sabia que como conselheiro eu tenho que atuar para contribuir para o crescimento do Tribunal. Como gestor com experiência na saúde, por ser médico de formação, eu vou atuar para ajudar a tirar a saúde desse sucateamento. Inclusive, vamos ter que atuar para que o TCE possa ter um nome respeitado e não  ser chacota por erros passados. Precisamos ser atuantes e severos para não deixar negligenciar serviços primários. Pode esperar isso de mim”, respondeu Maluf.
Com experiência na gestão, por ter sido prefeito por dois mandados no município de Nova Lacerda (520km de Cuiabá), Moretto ainda lembrou da mão forte, para não deixar o mau gestor impune. “Além disso tudo que falamos, eu ainda quero que o senhor ajude o TCE a ter a sabedoria para punir o mau gestor. E também punir o servidor, pois às vezes a manobra não é do prefeito, mas a multa e o processo caem nas costas do prefeito. Nos ajude a ajudar os prefeitos a trabalhar com retidão e que, se tiver que punir, que puna os verdadeiros culpados”, concluiu o parlamentar.

Votação – O deputado Guilherme Maluf foi avalizado pela Assembleia Legislativa por 13 votos favoráveis e 8 contrários para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT). Ele conseguiu exatamente a quantidade de votos mínimos necessários para ser indicado. Foram registradas duas abstenções e uma ausência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here