Cuiabá registra redução na intenção de consumo em novembro

0
263

Com 85,7 pontos registrados em novembro, a pesquisa que mede a Intenção de Consumo das Famílias (ICF), em Cuiabá, apresentou redução de 0,5% na comparação com o mês anterior. Ainda assim, a pesquisa atual foi maior do que a verificada em novembro de 2018, quando o índice contabilizava 76,4 pontos. A alta observada no período foi de 12,1%.

A pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) tem variação de zero a 200 pontos, onde abaixo de 100 pontos indica uma percepção de insatisfação, enquanto acima de 100 indica o grau de satisfação em termos de seu emprego, renda e capacidade de consumo.

A melhora gradual da pesquisa, divulgada e comentada pela própria Fecomércio-MT, está em linha com os bons sinais recentes da economia, com o acréscimo de renda através dos saques do FGTS e do PIS/Pasep, além do recebimento do 13º salário.

Tal condição refletiu na melhora do componente Perspectiva de Consumo, que apresentou alta mensal de 1,3% e de 33,5% na comparação com novembro passado, alcançando 71,1 pontos. A alta do componente Momento para Duráveis, de 2%, também contribuiu para o aumento de 3% na variação anual da pesquisa, somando 60,4 pontos.

Apesar da melhora dos dois componentes da pesquisa, todas as outras tiveram resultados negativos no mês, com destaque para Perspectiva Profissional (-1,8%), Renda Atual (-1,3%) e Compra a Prazo (-1,2%). No entanto, os componentes apresentaram variação positiva na comparação com novembro de 2018, de 6,2%, 1,7% e 23,4%, respectivamente.

Apesar do componente Emprego Atual também apresentar resultado negativo, de 0,6% na pesquisa de novembro, o componente permanece como o único em nível satisfatório, com 120,3 pontos. O índice é 1,4% melhor se comparado com novembro do ano passado, quando somava 118,6 pontos.

Fonte: Fecomércio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here