China recorre na OMC contra nova rodada de tarifas americanas

0
200

O Ministério de Comércio da China anunciou nesta quinta-feira que apresentou uma reivindicação na Organização Mundial do Comércio (OMC) pela entrada em vigor nos Estados Unidos de uma sobretaxa sobre US$ 16 bilhões em produtos chineses.

A queixa, da qual já tinham advertido as autoridades chinesas, chega no mesmo dia em que começam a ser aplicadas as citadas tarifas, que a China respondeu hoje, como tinha prometido, com taxas sobre exportações americanas sobre um montante similar.

As tensões comerciais continuam apesar de os dois governos estarem em plena negociação em busca de uma saída para a guerra comercial, na qual devem iniciar na semana que vem a quarta rodada de diálogos de alto nível.

A de hoje é a segunda rodada de tarifas que os EUA impõem à China e se soma às sobretaxas que entraram em vigor no último dia 6 de julho sobre US$ 34 bilhões em importações do país asiático, uma medida que foi respondida então por Pequim com tarifas sobre um montante equivalente.